Confira agenda cultural de março

3 de março de 2017

Vivo EnCena

Vivo EnCena – A Paixão Segundo Adélia Prado

Um mergulho poético na produção da maior poeta viva da literatura moderna brasileira, a mineira Adélia Prado, que terá sua obra contada e cantada pela atriz Elisa Lucinda. A música tem papel fundamental, assim como os efeitos visuais.
Local: Teatro Amazonas – Manaus (AM)
Datas: 11 e 12 de março
Local: Teatro Petrópolis – Petrópolis (RJ)
Datas: 24 a 26 de março

Vivo EnCena – Estranhos.com

O espetáculo inédito no Brasil narra a história de amor entre dois personagens de mundos distintos. Peter é um blogueiro que faz um estrondoso sucesso na internet. Marta é uma escritora avessa ao mundo de celebridades. A partir do encontro de um casal improvável, se inicia uma história de amor e uma trama sobre lealdade, respeito, desejo e ambição. Com Deborah Evelyn no elenco e direção de Emílio de Mello.
Local: Teatro Vivo – São Paulo (SP)
Datas: de 17 de março a 21 de maio

Vivo EnCena – Autobiografia Autorizada

Paulo Betti celebra 40 anos de carreira com um monólogo de sucesso. O ator interage com o público e se inspira em texto escrito ao longo de sua vida. A peça é um amálgama do Brasil que, com humor e poesia, afirma a importância do ensino público e do trabalho social para a valorização do ser humano. O espetáculo foi indicado para o prêmio Shell de melhor texto.
Local: Teatro da Paz – Belém (PA)
Datas: de 17 a 19 de março
Local: Teatro Esperança Garrido – Goiânia (GO)
Datas: 25 e 26 de março

Vivo EnCena – Uísque com Água

Um espetáculo musical livremente inspirado no romance “Pulp”, de Charles Bukowski. Um elenco-banda liderado por Nelson Freitas narra a saga de Nick Belane, um detetive particular que resolve casos bizarros enquanto busca um sentido para a vida. Com a mistura do Blues, Cinema Noir e muito humor, a peça apresenta uma visão delirante sobre a morte do maior escritor maldito da história.
Local: Teatro Clara Nunes – Rio de Janeiro (RJ)
Datas: de 9 a 30 de março e de 6 a 27 de abril

Vivo EnCena – O Grande Sucesso

Alexandre Nero volta aos palcos e estreia “O Grande Sucesso”, um espetáculo musical com texto e direção de Diego Fortes que conta a história de um grupo de artistas secundários que esperam na coxia sua vez de entrar em cena. Nesses bastidores, eles discutem de maneira muito bem humorada sobre o sucesso e o fracasso da obra apresentada, do ator protagonista Patrick Emanuel, e levantam uma série de questões filosóficas, hipotéticas e metafísicas que vão muito além do universo teatral. Entre uma coisa e outra, cantam e dançam, com trilha musical original tocada ao vivo.
Local: Teatro Clara Nunes – Rio de Janeiro (RJ)
Datas: de 10 a 31 de março e de 7 a 30 de abril

Exposições

Exposição Agostinho Batista de Freitas

A exposição Agostinho Batista de Freitas reúne 74 trabalhos do artista paulista, dos anos 1950 até a década de 1990, marcando seu retorno ao MASP após mais de sessenta anos desde sua última grande exposição no Museu, em 1952. Serão exibidas representações de São Paulo, especialmente vistas urbanas, assunto no qual o artista transitou com desenvoltura durante toda a sua trajetória, variando os objetos que representou, seus pontos de vista e enquadramentos. A mostra pode ser vista até o dia 9 de abril de 2017, no segundo subsolo do MASP.
Local: MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) – São Paulo (SP)
Datas: até 9 de abril de 2017

Exposição Anita Malfatti – 100 anos de arte moderna

A mostra do centenário da exposição de Anita Malfatti, de 1917, comemorará o marco do início da arte moderna no Brasil. A forte polêmica causada na época levou Monteiro Lobato a escrever uma crítica severa contra Anita Malfatti, despertando a reação de intelectuais e artistas que defendiam a modernidade nas artes. A partir dessa reação, formou-se o grupo que gestaria a Semana de Arte Moderna de 22, momento de afirmação do modernismo brasileiro. Dessa história decorre a fundação do próprio Museu de Arte Moderna de São Paulo, em 1948; assim, a história do MAM também é tributária da mostra de 1917.
Em 2017, a curadora Regina Teixeira de Barros fará uma retrospectiva das obras exibidas em 1917, estendendo a reflexão aos desdobramentos daquela exposição na obra posterior de Anita Malfatti e na obra de modernistas que produziram sob o impacto da polêmica então gerada.
Local: Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) – São Paulo (SP)
Datas: de 7 de fevereiro a 30 de abril

Exposição Avenida Paulista
A avenida Paulista é um dos principais marcos da cidade de São Paulo e constitui um entrecruzamento de atividades, ocupações e públicos que merecem ser discutidos. A exposição, com obras históricas e trabalhos comissionados, pretende não apenas refletir sobre as histórias, a paisagem e a arquitetura da avenida, mas também abordar alguns temas importantes de seu cotidiano como os projetos arquitetônicos, os protestos políticos e os usos privados e públicos da avenida.
Artistas convidados: Ana Luisa Dias Batista, Luiz Roque, Dora Longo Bahia, Cinthia Marcelle, Lais Myrrha, Rubens Mano, Marcius Gallan, Graziela Kunsch, Renata Lucas, Rochelle Costi, André Komatsu, Daniel de Paula, Ibã Sales, Marcelo Cidade, Mauro Restiffe
Local: Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) – São Paulo (SP)
Datas: de 16 de fevereiro a 28 de maio

Música

Orquestra Sinfônica e Juvenil de Heliópolis – Instituto Baccarelli

Criado em 1996, o Instituto Baccarelli é uma associação sem fins lucrativos que atende cerca de 1.300 crianças e jovens em programas socioculturais que oferecem formação musical e artística de excelência, proporcionando desenvolvimento pessoal e oportunidade profissionalização na música. Com sede em Heliópolis, uma das maiores comunidades de São Paulo, o Instituto Baccarelli possui estrutura de ponta e professores altamente qualificados, que ministram aulas em grupo e individuais, de teoria e técnica, além da prática de conjunto em orquestras, corais e grupos de câmara. Entre os programas desenvolvidos pela instituição, estão a Orquestra Sinfônica Heliópolis, Orquestra Juvenil Heliópolis e o Coral da Gente.
Local: Auditório MASP Unilever – São Paulo (SP)
Data: 19 de março
Horário: 11 horas

Festival Repercute – 3ª Edição

Primeiro festival de música percussiva do Pará, fará uma viagem pela história da música percussiva no estado, contemplando e valorizando os grandes artistas paraenses. O projeto é um espaço de formação, pesquisa e visibilidade das produções musicais percussivas no Estado e do País. Serão 5 dias de evento, sendo 3 dias de oficinas, workshops e debates e 2 dias de apresentações gratuitas.
Desenvolvimento Sociocultural: resgate e preservação cultural/musical regional, apoio ao estudo e pesquisa cultural/musical.
Transformação: shows e oficinas gratuitas.

Jazz Trio pela Bahia

Trio de Jazz de Letieres Leite e apresentações itinerantes por Salvador e outras cidades da Bahia a partir de janeiro de 2017.
Desenvolvimento Sociocultural: preservação da cultura/música regional e nacional.
Transformação: democratização da música.
Local: estado da Bahia
Datas: março

Vozes do Brasil

Festival com três dias de duração que proporcionará o encontro de jovens artistas com nomes renomados. A cada dia de evento um artista local abrirá a noite, totalizando dois shows por dia.
Ao todo serão seis shows na capital da Bahia durante três dias de evento.
Possibilitar o acesso de aproximadamente 5.000 pessoas ao trabalho de artistas de prestígio no panorama musical brasileiro propiciando entretenimento e cultura a preços acessíveis.
Desenvolvimento Sociocultural: preservação da cultura/música regional e nacional, apoio a novos talentos e democratização da música.
Transformação: shows gratuitos.
Local: Salvador (BA)
Datas de 17 a 19 de março

Som na Concha
O projeto Som na Concha tem o intuito de viabilizar a realização de shows de qualidade na nova Concha Acústica do Teatro Castro Alves, com artistas nacionais renomados, levando lazer e cultura à população a preços populares, além de promover o intercâmbio entre artistas locais e nacionais e valorizar a produção musical do estado.
Desenvolvimento Sociocultural: preservação da cultura/música regional e nacional.
Transformação: democratização da música.
Local: Salvador (BA)
Data: 11 de março

Sarau Kids
Encontros de Verão com Paxuá e Paramim 2017, busca conscientizar o público sobre a importância de um produto educacional que, dentre outras coisas, incentive a preservação da natureza.
Em sua quarta edição, o evento propõe a realização do espetáculo cênico musical em um ambiente temático comum a recepção voltada ao público infantil, proporcionando um espaço de lazer e bem-estar para as crianças, com a garantia de conforto, segurança e entretenimento, o evento é uma ótima opção para o público infantil em Salvador.
Desenvolvimento Sociocultural: preservação da cultura/músicaregionalenacional.
Transformação: democratização da música.
Site:http://www.carlinhosbrown.com.br/
Local: Salvador (BA)
Data: 25 de março

Os Pássaros de Copacabana

Os Pássaros de Copacabana, novo espetáculo de Gil  Vicente Tavares, que assina a direção e a dramaturgia, numa obra inédita, que usa da história de  vida da aspirante à cantora para provocar reflexões sobre a nossa história e o presente.
Novo texto e direção de Gil Vicente Tavares celebra 30 anos de Marcelo Praddo e passeia pelas canções de Ary Barroso.
Local: Salvador (BA)
Data: de 11 de março a 1º de abril (sábados e domingos)

Festival de Clipes e Bandas
No Festival de Clipes e Bandas, artistas de todo o Brasil podem abrir shows ou fazer o clipe de artistas famosos, além de participar de diversos shows intermediários, no Rio de Janeiro e em São Paulo.
Desenvolvimento Sociocultural: preservação da cultura/música regional e nacional, apoio a novos talentos e democratização da música.
Transformação: Desenvolvimento da Cultura.
Site: http://www.clipesebandas.com.br/
Local: São Paulo (SP)
Data: 10 de março
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Data: 11 de março